o estado "wabi" é muito mais difícil de atingir do que a mera "boniteza". exige a recusa lúcida do acréscimo de qualquer elemento meramente ornamental. a "beleza" deve nascer de dentro da extrema simplicidade, belo é o gesto contido, que tira beleza de sua tão só eficácia nua.